ABPTV faz debate sobre Feminicídio (28/03/2016)

De acordo com dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), nos últimos anos pelo menos 50 mil mulheres foram mortas no Brasil, sendo os assassinatos enquadrados como Feminicídio. O estudo ainda aponta que 15 mulheres são assassinadas por dia no país, devido a violência por gênero.

Em 2015, a Lei de número 13.104 altera o código penal para prever o Feminicídio como um tipo de homicídio qualificado e inclui-lo no rol dos crimes hediondos.

Para encerrar o mês da mulher da Associação Brasileira de Psiquiatria, o ABP TV de hoje recebe as psiquiatras forenses Dra. Lisieux de Borba Telles e a Dra. Alcina Barros para falar sobre o assunto.

Conheça mais sobre os participantes:
Lisieux de Borba Telles - Professora do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da UFRGS. Docente de la Maestría en Psiquiatría Forense de la UNLP. Coordenadora do Departamento de Ética e Psiquiatria Legal da Associação Brasileira de Psiquiatria. Diretora Científica, de Ensino e Pesquisa do Instituto Psiquiátrico Forense Maurício Cardoso. Fundadora e Vice-presidente da Red Iberolatinoamericana de Investigación y Docencia en Salud Mental Aplicada a lo Forense. Member-at-Large of Section of Forensic Psychiatry, World Psychiatric Association.




Alcina de Barros
- Titulada em Psiquiatria e Psiquiatria Forense pela Associação Brasileira de Psiquiatria / Associação Médica Brasileira. Atualmente é doutoranda do programa de Pós-Graduação em Psiquiatria da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Top TV Brasil

Todos os textos aqui escritos são de autoria dos membros desde site. Qualquer reprodução deve ser solicitada para o membro autor da publicação!
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook