ABPTV debate Patologia Dual

Imagina-se que a Patologia Dual é um conceito novo, já que é desconhecida por grande parte da psiquiatria brasileira. O conceito ficou comprovado em neurologia ao se descobrir que a maioria das epilepsias temporais decorre de duas lesões (frequentemente displásicas) em territórios diferentes do córtex cerebral.

A crescente evidência genético-epidemiológica de que esses fenômenos são provavelmente concorrentes levou ao conceito do “Double D”, já conhecido há mais de duas décadas na psiquiatria americana, e posteriormente refinado para o conceito atual de Patologia Dual. Esse conceito modificou o conceito de assistência médica aos dependentes químicos, hoje implantado em vários países, entre eles Portugal e Espanha.

Suspeita-se que outras patologias psiquiátricas possam ser duais e pesquisas avançam neste campo. No Brasil, uma corrente de pesquisa vem estudando a implicação de endofenótipos como preditores de patologias duais em psiquiatria. Para falar sobre o assunto o ABP TV receberá os psiquiatras Fernando Portela e João Romildo Bueno. Dá o play:

Conheça mais sobre os participantes:
Fernando Portela – Mestre e doutor em biofísica, professor associado da UFRJ, com áreas de interesse em epidemiologia, evolução da virulência, teoria da informação aplicada a genética.

João Romildo Bueno – Diretor-tesoureiro da Associação Brasileira de Psiquiatria.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Top TV Brasil

Todos os textos aqui escritos são de autoria dos membros desde site. Qualquer reprodução deve ser solicitada para o membro autor da publicação!
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook